BORRACHAS LÍQUIDAS DE POLIURETANO RTV PARA MOLDES

A Moldflex oferece uma série de borrachas líquidas de poliuretano para moldes, para atender diversas necessidades de aplicação. As borrachas consistem de Parte A e Parte B, que depois de misturadas, curam à temperatura ambiente tornando-se borrachas flexíveis e de alta resistência. As borrachas para molde de poliuretanos fazem moldes duráveis, fácies de desmoldar gesso e velas sem necessitar de desmoldantes, mas também, quando usadas com o desmoldante apropriado, são excelentes para fundir concreto, resinas epóxi, poliéster, uretanos e acrílicos.
Para a maioria das borrachas de poliuretano da Moldflex, os últimos 2 dígitos indicam a dureza final da borracha curada. As borrachas da linha Poly abrangem as durezas 20 Shore A até 45 Shore D.

PREPARAÇÃO DO MODELO
Modelos porosos como madeira, gesso, pedras, cerâmica ou alvenaria, devem ser selados e então recobertos com um agente desmoldante. Múltiplas camadas de cera em pasta cera e lustrada servem para selar a maioria dos substratos porosos. Sabão de ceramista pode ser usado para selar gesso. Lacas e PVA funcionam também, como seladores de várias superfícies. Modelos feitos com Clays que contenham enxofre (ex: Roma Plastilina) devem ser selados com laca ou verniz. (CUIDADO: Deve-se tomar cuidado para aplicar um desmoldante sobre as superfícies seladas para evitar a aderência das borrachas na peça. Algumas lacas, i.e: Shellac, são usadas como primer para aderir borrachas de poliuretano em gesso, por exemplo)

Modelos não porosos (i.e, metais, plastilinas, cera, cerâmicas vitrificadas, fiberglass e poliuretanos) e os substratos porosos devidamente selados, devem ser recobertos com um desmoldante como Pol-Ease 2300.

MISTURA E CURA
Antes de misturar as borrachas, certifique-se que as partes A e B estejam à temperatura ambiente e que todas as ferramentas e modelos estejam prontos para começar o trabalho! Verifique o boletim técnico e os rótulos dos produtos para determinar o tempo de trabalho do produto. Alguns produtos têm cura rápida, significando que você deve trabalhar diligentemente.

Muitas partes B das borrachas de Poliuretano requerem homogeneização antes do uso. Se houver um selo “misture antes de usar” afixado à embalagem, certifique-se de assim o fazer.

As proporções de mistura variam! Verifique as proporções de mistura  para o produto específico que você está utilizando. Pese cuidadosamente as Partes A e B na proporção indicada.

Pese a Parte B, geralmente o componente de menor viscosidade, num recipiente de metal ou plástico. Então, pese a quantidade apropriada da Parte A no mesmo recipiente. Misture completamente. Enquanto estiver misturando, raspe as laterais e fundo do recipiente várias vezes para garantir a mistura completa. Despeje a borracha tão logo acabe de misturar para aproveitar o melhor fluxo do material e garantir que haja tempo para que as bolhas de ar, que por ventura se formarem, possam ser eliminadas.
A desaeração a vácuo ou cura sob pressão ajudam a produzir moldes sem bolhas, mas geralmente isso não é necessário.

Deixe a borracha curar à temperatura ambiente, 25ºC. O calor acelera a cura, enquanto que temperaturas baixas retardam. Evite curar em áreas onde a temperatura é inferior a 15ºC.
Consulte os rótulos dos produtos e os boletins técnicos para determinar o tempo de cura apropriado. Para a maioria das borrachas comercializadas pela  Moldflex, as propriedades finais são atingidas após aproximadamente 7 dias de cura, mas a maioria dos moldes podem ser utilizados dentro de 24 a 48 horas.

UTILIZANDO O MOLDE
Usualmente não é necessária a aplicação de agente desmoldante quando se funde gesso ou cera nos moldes de borracha de poliuretano. Para fundir resinas, aplique um desmoldante como o Pol-Ease 2300. Para fundir concreto, use um desmoldante apropriado como Pol-Ease 2650. A exposição a desmoldantes que contenham solventes deve ser mínima, para evitar a possibilidade de distorções no molde em virtude de encolhimento ou inchamento devido ao ataque do solvente.
Depois de múltiplas fundições de certas resinas, gesso e concreto, os moldes podem sofrer encolhimento ou inchamento, devido a que esses materiais podem retirar óleos das borrachas ou forçar substâncias químicas para dentro da matriz da borracha. A escolha correta de um agente desmoldante ou barreira pode minimizar esse efeito. Se o encolhimento ficar visível, uma leve aplicação do Pol-Ease Mold Dressing pode restabelecer o molde às suas dimensões originais. Para maiores informações sobre o Pol-Ease Mold Dressing, entre em contato coma Moldflex.

ADITIVOS:
A Moldflex oferece vários aditivos que podem ser usados para variar as propriedades das borrachas curadas e não curadas de poliuretano.

  • Amaciador – Para as séries Poly 74 e 75, adicione Poly 74/75 Parte C para obter uma menor viscosidade da mistura e uma borracha curada de mais baixa dureza. A Poly 74/75 Parte C  pode ser adicionada na maioria das borrachas exceto na borracha Poly 72-40.
  • Acelerador – Para as borrachas Poly 74 e 75, a Poly 74/75 Parte X pode ser adicionada para acelerara cura.
  • Espessantes -  Poly Fiber II é uma fibra fina que é usada para espessar borrachas e plásticos de poliuretano para obter uma consistência tixotrópica, para fazer moldes por pincelamento e capas de moldes plásticas. Cab-O-Sil® é também um espessante e agente tixotrópico. Adicione Poly Fiber II ou Cab-O-Sil à mistura das Partes A e B para obter um gel apropriado para aplicação por pincel ou espátula. Cab-O-Sil é apropriado apenas para algumas borrachas de poliuretano.
  • Estabilizador UV – Poly UV Additive pode ser adicionado na mistura das Partes A e B para melhorar a resistência das borrachas curadas aos raios UV. Num nível de adição de 0,5% sobre o peso total da mistura líquida, o aditivo UV reduz a degradação característica da superfície por ação direta do sol e de outras fontes de raios UV.
  • Cores – Os poliuretanos podem ser tingidos em várias cores pela adição de pequenas quantidades do PolyColors.

Para saber mais sobre os aditivos, entre em contato com a Moldflex.

LIMPEZA
As ferramentas devem ser limpas antes que as borrachas curem. Pode ser usado álcool desnaturado, thinner ou delimoneno, com o devido cuidado devido à inflamabilidade de alguns dos solventes.
As superfícies de trabalho podem ser recobertas com cera ou com Pol-Ease 2300 para que as borrachas curadas possam ser retiradas facilmente.

SEGURANÇA
Antes de usar, leia os rótulos dos produtos e a Folha de Informações sobre Segurança dos Produtos (FISP). Siga as instruções de segurança. O contato com os materiais não curados pode causar irritação nos olhos, pele e/ou irritação respiratória ou sensibilização dérmica ou respiratória. Evite contato com a pele e os olhos. Se o contato com a pele ocorrer, remova com limpador sem água para mãos ou álcool e depois lave com água e sabão. Em caso de contato com os olhos, lavem com água corrente por 15 minutos e procure um médico. Use somente com ventilação adequada. Não use produtos de poliuretano onde possa haver contato com alimentos ou com o corpo. Os poliuretanos queimam facilmente quando submetidos à chama.

TEMPO DE ESTOCAGEM
Pelo menos 6 meses à temperatura ambiente entre 15 e 32ºC em suas embalagens originais lacradas. As partes A e B reagem com a umidade atmosférica e, portanto, devem ser utilizadas tão logo quanto possível depois de abertas. Pode-se aspergir Poly Purge™ Dry Gas Blanket dentro das embalagens abertas, para expulsar o ar úmido e prolongar o tempo de vida útil dos produtos. Os moldes de poliuretano podem durar muitos anos se estocados em sua forma original sem distorções, em local fresco e seco ao abrigo da luz direta do sol.             

Moldflex Modelagem Profissional Ltda.